in Photography

Recuperando o fresnel

Fresnel1

dois posts atrás, mencionei o facto de estar a recuperar um fresnel. Na imagem em cima, estão os dois fresnels existentes na associação. O da esquerda é o que esta a ser recuperado, já desmontado e pintado; O da direita o segundo que está ainda mais degradado que o primeiro, especialmente na dobradiça da porta traseira, e sem lâmpada.

A couple of posts ago, I mentioned the fact that I was in the process of recovering a fresnel light. Above are the two existing fresnels at the association. On the left is the disassembled and repainted one, and on the right, the light that was lampless and in an even worse state.

carril450

Um dos detalhes que acho mais interessante, e que descobri na desmontagem é o mecanismo de focagem. O suporte do espelho e lâmpada move-se sobre um par de carris, um liso e o outro, na imagem, enroscado. O movimento é efectuado pela deslocação dum pino que não é mais que um parafuso ao longo do parafuso principal. Mas o giro mesmo é o facto do parafuso que é carril ser tãoooooooo parecido com uma broca de berbequim! A aplicação não é apenas na luz como aqui, mas podia ser usado, por exemplo, como mecanismo de ajusto fino de focagem na câmera de grande formato (foi uma das coisas que tinha lido já, mas não conseguia visualizar).

One of the interesting details I noticed while disassembling the light was the focusing mecanism. Both teh concave mirror and lamp move alog a pair of rails – one smooth and one threaded. The mirror and lamp move along the thread via a pin that’s nothing more then a simple screw. The cool thing, though, is that the threaded rail is soooo similar to a long drill bit! This is something you could easily apply to other systems that require a focusing mecanism, like a large format camera or any other item that requires this type of movement for focusing.

frente450

A remontagem da luz foi simples, sem grandes complicações. Enganei-me inicialmente com a lente frontal e acabei enfraquecendo um pouco as patilhas que o seguram. mas nada de grave. O chato mesmo foi depois de ter tudo montado e em ordem, ligar a luz e ver a lâmpada funcionar por instantes e depois, num pequeno movimento, ver e ouvir a lâmpada a fundir-se. As lâmpadas de halogéneo usadas tem uma base um pouco invulgar – GX9.5 – e as lâmpadas custam uns 25-30€ a unidade. Para evitar ter que (procurar, chatear lojistas a encomendar, encomendar, esperar…) adquirir lâmpadas tão caras e de curto tempo de vida (150H), estou a pensar num mod que permita o uso de lâmpadas de halogéneo mais vulgares – os usados em projectos caseiros ou de construção (montagem R7s). A única coisa necessária é a montagem do suporte no lugar do já existente, e cuidado na montagem dos fios. Convém que o centro da lâmpada esteja centrada com o espelho, tal como esta a lâmpada em uso. É mais por uma questão de eficiência. Este tipo de lâmpadas e´geralmente muito mais barato (já vi packs a 2,5-2€), se bem que mais barato não significa que tenha um melhor rendimento a nível de côr. Em termos de luminância, são mais ou menos idênticos (27000 lm numa lâmpada de 1000W). Possivel? Espero que sim! 🙂

Putting it back together was pretty easy. The messed up part was the lamp that died shortly after turning the light on. The pamp is quite invulgar, using the GX9.5 mount. And it’s quite expensive compared to regular projecter lamps. These cost about 25-30€, in contrast to projectopr lamps that can be aquired for about 2€ a pack of a few. The only thing I notice that can invalidade tubular halogen lamp would be color rendering. Luminance-wise they’re pretty much the same – 27000 lm for a 1000 W lamp. Is the mod possible? Hope so!

Write a Comment

Comment

 

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.