in Photography

Moliceiro – registo de um passado recente

moliceiro

Ontem foi o campeonato de skate da Blast Boardshop, na Gafanha da Nazaré. Como sempre, foi um dia excelentemente bem passado. Felizmente não tivemos o típico sol intolerável, o que foi óptimo para a skatada. Em primeiro lugar, ficou o Elson, e o best trick foi ganho pelo João Bola com um BS Feeble no corrimão grande. E natrualmente, das coisas mais comentadas do dia foi a queda de cerca de 15m do skater australiano Jake Brown nos X-games deste ano. O incrível é que saiu da rampa a caminhar… (não é como aqueles “#%”&$%& do futebol que precisam de uma maca para resolver um um toque numa canela…)

No caminho de volta aproveitei para fazer duas paragens. Uma foi no Centro Avenida/ Forum. Depois das despedidas do pessoal da Blast Boardshop, dei um salto à Bertrand a ver se encontrava alguma das habituais revistas, que não encontrei.

No entanto encontrei (já a sair) em destaque este livro : Moliceiro – registo de um passado recente. Trata-se de uma edição em livro da colecção de imagens do Michael Bry feitas cá na região, a documentar os Moliceiros. Contém as séries “Aveiro Blues” e “Moliceiros”. A primeira série apresenta um olhar algo melancólico sobre a actividade da ria, enquanto a segunda série regista o processo (incrível) da construção de uma embarcação nos estaleiros e que rendeu um conjunto interessantíssimo de fotografias. O livro está bastante interessante e leva nos a ver e rever continuamente o seu conteúdo. O único senão que encontrei é aquilo que me aparenta ser uma má impressão, mas posso estar enganado. A edição é da Folio Edições com o apoio da Rota da Luz, e custa €17.90 na Bertrand.

Quanto ás paragens, a segunda foi no IZI, ainda na busca dos materiais em falta – blackout para o fole (mas não encontrei cortinas do género por lá), e material para fazer a ola do back. A mola encontrei, e na coisa mais incrível que podia imaginar – numa régua/esquadro metálico!! Tem a fléxibilidade necessária não dobrando e mantem bastanta tensão, q considero mais q suficiente para suportar o suporte do despolido 😀 Agorá e´só o processo de o cortar e aplicar!

Write a Comment

Comment

 

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.